• Mariane Lima

Uma palavra de cada vez

Você já parou para pensar sobre o seu processo de escrita? Como as ideias fluem? Quando você está decidido, senta na frente do computador e começa a escrever, como as ideias passam da sua cabeça para o papel?


“Escrever bem é pensar bem, sentir bem e reproduzir bem, tudo ao mesmo tempo.” Antoine Albalat

Não, o assunto principal hoje não é bloqueio criativo. Quem faz mapa de personagens, e planeja o romance não fica parado por conta de bloqueio criativo.


O assunto de hoje são as palavras. Muitas vezes a gente pensa no livro já pronto, nas páginas que faltam para terminar, nos parágrafos que precisamos arrumar, e até nas frases que ficaram muito boas. Parece até que as palavras são esquecidas, como se não fossem elas a matéria-prima do texto.


Vamos pensar em uma palavra de cada vez?


Além de causar bem menos ansiedade do que pensar sempre no resultado final, no livro pronto, pensar palavra por palavra nos permite evitar certas armadilhas da escrita, as tais frases prontas. Aqueles atalhos que nosso pensamento toma para terminar logo o parágrafo e mudar de página. Por que evitar? Porque pode ser que seu leitor tenha, ao ler, a mesma sensação que você teve ao escrever. Vontade de pular logo para a próxima frase, de terminar logo a página, de largar logo o livro.


Talvez eu esteja exagerando, mas como diz o professor Jéferson, na aula Como melhorar a escrita com

Albalat,o problema da frase feita é que a frase feita significa uma ideia feita”. Então comece pensando nas suas palavras e nas relações delas entre si, para construir novas formas de expressar as ideias sem usar estruturas prontas e cansadas, uma palavra de cada vez.


Esse texto foi inspirado na aula Como melhorar a escrita com Albalat do professor Jéferson Assumção. Quer fazer um curso completo com aprofundamento gradativo dos conteúdos? Vem para a Quadro Amarelo.

Escrita para pessoas criativas

Sobre

Contato

contato@quadroamarelo.com.br

Rua Dona Laura 715, 301

RioBranco, Porto Alegre-RS  90430-091