• Mariane Lima

Como se aprende Escrita Criativa?


Talvez você seja um desses escritores que pensa que não se pode aprender escrita criativa, porque não se pode aprender a ter talento para escrever. Como diz o professor Assis Brasil, no seu livro “Escrever Ficção”, talento é uma palavra vazia na Escrita Criativa que parece ser usada para atormentar aqueles que acham que não tem. Isso porque usa-se talento para designar uma habilidade inata, um poder com o qual você nasce ou não, e como uma desculpa para aqueles que não querem aprender.


Se deixarmos o talento de lado, já que nem escritores consagrados conseguem chegar a um consenso sobre ele, podemos começar a nos debruçar sobre a escrita de maneira mais técnica, analisando as estruturas, a criação de personagens e tudo aquilo que nos faz entrar em uma história. Compreender quais são e como funcionam os elementos de uma narrativa pode nos ajudar a atingir nossos objetivos ao contar uma história; seja entreter, emocionar, mostrar um outro ponto de vista, entre outros tantos possíveis.


Professor Jéferson Assumção fala da escrita em três dimensões: criatividade, técnica e expressão. Enquanto criatividade não pode ser ensinada, mas aguçada, através de exercícios e observação, o escritor pode aprender técnicas de escrita criativa e melhorar a sua expressão simbólica. Compreender as estruturas narrativas, como criar diálogos mais orgânicos e a importância do conflito, por exemplo, vai te permitir escrever com mais intencionalidade. Tendo técnicas e ferramentas de escrita ao seu dispor, você pode escolher o que usar e quando usar para causar determinada sensação no leitor.




“Se você é ficcionista, se conhece as ferramentas de seu ofício, a literatura aparecerá por si mesma, na sua intrínseca naturalidade.”


Para todas as atividade que você queira desenvolver na vida com algum sucesso, você vai precisar de conhecimentos específicos. Na escrita criativa não é diferente. Por isso, é importante investir em aprendizado, seja lendo os clássicos, fazendo exercícios e experimentações na escrita ou fazendo cursos como o da Quadro Amarelo.



Quer ser aluno da Quadro Amarelo para aprender muito mais sobre os tipos de narrador? Clique aqui para saber tudo sobre o curso.




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Espaço e descrição

Pensamos nos personagens, nas suas questões essenciais, no conflito, no narrador, mas e o espaço onde as ações se desenvolvem? O espaço assim como os outros elementos citados é parte da narrativa e de

Conheça bem os seus personagens

Se você já é aluno da Quadro Amarelo, sabe que segundo o professor Assis Brasil, as histórias se criam a partir dos personagens, quando a questão essencial da personagem central entra em confronto com

Uma palavra de cada vez

Você já parou para pensar sobre o seu processo de escrita? Como as ideias fluem? Quando você está decidido, senta na frente do computador e começa a escrever, como as ideias passam da sua cabeça para